Bioshock Infinite

  Senhoras e senhores, parem tudo que estiverem jogando, não importa o que seja, e joguem Bioshock Infinite, joguem este jogo, pois vocês não verão nada parecido, nada que se compare, a este belíssimo jogo, que tenho jogado de forma frenética, não consegui comer, dormir nem  nada que não seja jogar!
  Sim, Infinite é um dos melhores jogos que já tive o prazer de jogar, um jogo intenso, uma história complexa, um ritmo alucinante, e personagens que dão cor a trama. E que bela trama!!! É aquele tipo de jogo que você tem que prestar atenção em tudo, ler tudo, olhar tudo, vasculhar cada centímetro do jogo... a história dá várias reviravoltas, mudanças de cair o queixo!
  A história de Infinite me surpreendeu a cada custcene, e não é uma história fácil de se entender, o que torna tudo melhor!

Sinopse:


BioShock: Infinite é o terceiro jogo da série homônima produzida pela Irrational Games. O título mantém as características estrurais de seus antecessores, sendo um FPS com forte foco no enredo. Contudo, existem muitas diferenças que dão novos ares a Infinite. Uma delas é o próprio ambiente: em vez das profundezas do oceano, o terceiro game coloca o jogador em uma utópica cidade flutuante.

 Você encarna Booker DeWitt, um agente da Pinkerton que é famoso por conseguir dar um jeito em qualquer coisa, se o preço agradar. Durante um dia ordinário em seu “escritório”, um quarto sujo sob um bar de Manhattan, surge um misterioso homem trazendo uma nova missão para DeWitt: resgatar uma moça chamada Elizabeth. Posteriormente, você descobre que a vítima está em Columbia, a lendária cidade que flutua sobre as nuvens.

 Elizabeth possui poderes misteriosos que a tornam uma figura extremamente procurada em Columbia devido à sua capacidade de abrir fendas para outras dimensões. Durante o jogo, você deve combinar seus movimentos com os de Elizabeth, gerando ataques e ações realmente poderosas e indispensáveis para sua jornada.

 O jogo traz uma boa variedade de eventos em sua trama, com direito até mesmo a um novo vilão marcante: o xenofóbico Zachary Comstock. Apresentando uma trama misteriosa, Infinite tenta convencer o jogador de uma cidade voadora realmente pode fazer parte do mundo real.

 Trailer:




  Elizabeth:

  A garota que você tem que resgatar no jogo, após ser encontrada, torna-se sua parceira. Ai você pensa, "que saco, agora tenho que tomar conta dessa garotinha!", mas você ESTÁ ERRADO!!!! Elizabeth é a melhor personagem cooperativa de todos os tempos! Ao começar um tiroteio, ela se esconde sozinha, e não é só isso, enquanto você está ocupado enfrentando os inimigos, ela vasculha o cenário, e encontra exatamente o que você precisa: vida, energia ou a munição da arma que você está usando!!! E nada de ter que ir até ela pegar, ela simplesmente grita seu nome, e joga pra você! Ela me salvou inúmeras vezes durante o jogo, e é simplesmente incrível o trabalho que ela faz!!!
  E a título de curiosidade leiam: http://www.gameblast.com.br/2012/12/conheca-anna-moleva-elizabeth-de-carne.html

 Os Voxafones:

 Para entender a história por completo, é indispensável que você encontre o máximo de voxafones possível. Os voxafones são registros  de áudio feitos pelos personagens, e que estão espalhados por todo o jogo, e é possível ler uma transcrição deles no menu do jogo... são indispensáveis, sem eles acho que não seria possível entender a trama. Ainda bem que o jogo está em português!

 Os gráficos:

  O que dizer dos gráficos? São maravilhosos!! A cidade de Columbia flutua, o que por si só já é incrível, mas os gráficos estão realmente fortes!





  Mas e a história?

  Não joguei os Bioshocks anteriores, mas pelo que pude entender, não há conexão com os anteriores         ( jogue até o final, e verá que essa afirmação pode ser falsa, cara dependendo de como for interpretado, há conexão sim!!!!), e há um sistema de escolha, onde decisões que influenciem a trama devem ser tomadas, não são muitas, mas existem... a história do jogo pode parecer confusa a primeira vista, provavelmente quando o jogo acabar você irá pensar "mas o que?", mas depois de juntar todas as peças, de pensar em tudo que foi visto e lido no jogo, tudo se encaixa em uma verdade surpreendente! A trama do jogo é genial!!!!

  Em suma, Musashi, Ico, Barbosa,Akisame e Albafica, parem tudo que estiverem jogando, e joguem este épico, que não será igualdo tão já... é o ápice desta geração de games!!!




 Veja esta postagem também no Icoocioso
Bioshock Infinite Bioshock Infinite Reviewed by Jyuuken Cronicaex on 11:40:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.