Ninjas assassinos e metralhadoras

 Eu sou ruim pra escrever análises, por isso acabo fugindo de fazer a maioria... é só olhar o meu recente post sobre O Predestinado, que ficou basicamente um resumo do filme... e tem análises que estão na gaveta, condenadas a nunca ver a luz do sol.
 Encontrar o estilo de escrita, mesmo após quatro anos, ainda é difícil pra mim, tanto que se você fuçar um pouco no blog, é capaz de encontrar grandes diferenças no estilo de um post pro outro. Mas por que eu estou falando isso? Ah sei lá... pra servir de desculpa de eu nunca ter falado sobre a primeira temporada de Demolidor por aqui...

 Mas enfim, todo mundo sabe que a primeira temporada do "Atrevido" é ótima. Capuz negro, porrada no corredor, violência, herói e vilão em ascensão. Foi uma ótima temporada, o que nos trouxe até a segunda com altas expectativas.

 SE VOCÊ NÃO ASSISTIU AINDA, PODEM EXISTIR SPOILERS

  Eu gostei da segunda temporada.Embora ainda ache a primeira melhor, acho que a segunda manteve o
nível. Porém, houve algumas coisas que me desagradaram um pouco. A coreografia das lutas nos dois primeiros episódios me causou estranheza. Achei que estava plástico demais. Embora isso melhore no decorrer dos episódios. A luta nas escadarias, contra a gangue dos motoqueiro foi uma sequência enorme, de prender a respiração. Como ficou boa essa cena. E eu fiquei pensando no motoqueiro fantasma, vendo o Devil usando aquela corrente.

 O embate ideológico entre o Demolidor e o Justiceiro durou praticamente a temporada inteira! E era isso
que eu queria ter visto em Batman V Superman... Matt Murdock cada vez mais incerto se seus métodos funcionam, e francamente, tiraram essa temporada pra fazer o herói duvidar de si mesmo... se já não bastasse o Justiceiro, a Elecktra também surge, pra matar e esquartejar bandido. Gostei muito de todo esse conflito, se um herói mata ou não, qual é o limite onde ele deve parar. E como disse o Justiceiro "Vermelho, você está a um dia ruim de se tornar como eu!"

 E o Justiceiro! Ah, como ele rouba a cena! Tá incrível, surtado, passa a série inteira com o rosto arrebentado. E ele é convicto do que faz. Sua missão está clara diante de seus olhos. E como o desgraçado é violento! A cena da luta na prisão foi de uma brutalidade linda de se ver!

 E a participação do Rei foi a cereja do bolo. Foi breve, e mostrou muito do que o personagem irá se tornar. E sua ameaça ficou no ar, de que irá destruir Nelson e Murdock.

 E por falar no Nelson, ele foi bastante bipolar pra mim... se teve cenas que gostei, todo o drama entre ele e seu amigo vigilante foi um porre... sério, se algum amigo meu fosse o Demolidor,eu o daria todo apoio! Krai, tu é o Demolidor, vai lá e arrebenta! Karen, por outro lado, me agradou mais, indo pro jornal, se tornando uma investigadora.

A Elecktra eu achei irritante. Embora toda a construção dela,e todo o dilema que ela passou, como a mulher é instável! E sério, como o Demolidor apanha... mas em suma, me decepcionou o tentáculo não ter liberto nenhum demônio ancestral, por mais que sejam numerosos, são apenas ninjas, e eu queria ver algo a mais...
chega uma hora que cansa ver ninjas apanhando...

 Mas enfim, a temporada é boa, como disse antes, manteve a média. Em breve estaremos gravando um cast sobre as duas temporadas da série, aguardem... e quanto a minha nota, eu diria que a segunda temporada de Demolidor merece 8,5. Me perdeu ali pro meio, teve algumas barrigas, mas quando me prendeu, o fez com violência. A Netflix mantém a qualidade, e podemos esperar por coisas boas vindo ai. Só que eu quero mais referências, pessoal! 
Ninjas assassinos e metralhadoras Ninjas assassinos e metralhadoras Reviewed by Jyuuken Cronicaex on 21:53:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.