Os Sete Lendários

  Tau é o espírito maligno da mitologia guarani, e a entidade maligna se apaixonou por Kerana, princesa da tribo, filha de Mangaratu. Tomando a forma humana, Tau passou a cortejar a moça por sete dias. Entretanto, Angatupyry, o espírito do bem, veio em favor da princesa.
 Bem e Mal se enfrentaram por sete dias, até que finalmente Tau foi derrotado e exilado. Porém, astuto e traiçoeiro, Tau invadiu a tribo, e sequestrou Kerana. Não se sabe se a princesa nutria sentimentos pelo espírito maligno ou não. O casal foi amaldiçoado por Araci, a deusa da aurora e das madrugadas. Dessa forma todos os sete filhos que Kerana veio a dar a luz, nasceram com formas monstruosas.
  Poderosos, e com domínios e poderes diferentes, estes são os Sete Lendários, pra você que achava que nossa cultura só tinha Saci e Curupira!

Teju Jagua

  Senhor das cavernas e lagos, guardião das frutas, é um lagarto gigantesco, com cabeça de cão e olhos que lançam chamas. Em algumas versões possui sete cabeças. Devido ao grande corpanzil, não se move muito, É um ser benigno, que se alimenta principalmente de mel e frutas.
  Entretanto, atacava os homens que tentassem roubar os pomares do local onde vivia, aprisionando-os em suas cavernas. Vive em meio a um enorme tesouro, o tesouro de Itajau. Por passar muito tempo deitado sob o ouro, sua pele ficou repleta de ouro e pedras preciosas.



Mboi Tu'I

  Senhor do pântanos e dos lugares úmidos, protetor dos anfíbios e das criaturas aquáticas, possui a forma de uma enorme serpente com cabeça de papagaio. Podia voar, mesmo sem possuir asas, e com essa habilidade, escalava montanhas em busca de alimentos.
 Não atacava humanos sem motivo. Seu olhar traz medo e má sorte a quem encarar a criatura, e possui um grito estrondante, que além de poder ser ouvido a grandes distâncias, induzia o pavor.


Moñai


  Senhor da terra, do ar e dos campos abertos, uma cobra gigantesca com dois chifres enormes. Possui o poder de hipnotizar os seres, e o usava principalmente nos pássaros que caçava para se alimentar. Moñai gostava de roubar das aldeias, com truques que criavam mistérios e intrigas entre os humanos. Os frutos de seus roubos eram mantidos em uma caverna.
  Seus furtos fizeram com que os humanos conspirarem contra ele, para destruí-lo. Com a ajuda de uma índia chamada Poraci, tentaram aprisionar Monãi em uma caverna, mas essa é uma história pra outro dia...



Jaci Jaterê


Senhor dos tesouros escondidos, protetor dos animais, frutas silvestres e da erva-mate.De todos os sete irmãos, é o único que não possui uma forma monstruosa. É um ser pequeno, semelhante a uma criança esguia, loiro e de olhos azuis, sempre carrega consigo um cajado mágico. Quem apanhar esse cajado, além de derrotá-lo, receberá uma recompensa dos tesouros escondidos.
  Também é protetor da sesta, e andava pelas aldeias a procura de crianças que não descansavam após o almoço. Se as encontrasse, as levava ao seu irmão canibal, Ao Ao. Seu nome quer dizer pedaço de lua.


Kurupi


 Senhor da fertilidade e da reprodução, é um anão feio, cinzento e cabeludo, com uma característica muito peculiar: possui um enorme e fino pênis, que mais parece uma corda, que fica enrolado em sua cintura.
  Pode engravidar as jovens enquanto as mesmas dorme, sem nem mesmo entrar na casa, e por isso é responsável por todas as gravidez indesejadas. Caçadores que se perdiam na floresta eram atacados e estuprados por Kurupi, e em noites de lua nova, ele atacava índias virgens. Sendo o da reprodução, auxilia os casais a terem filhos.


Ao Ao

  Possui a forma de uma ovelha, misturado a um porco selvagem, com grandes presa afiadas. De todos os irmãos, é o mais violento. Se alimenta principalmente de humanos. Apesar da sua forma monstruosa, é meio humano por parte de mãe, por isso é considerado um canibal.
  Incansável, persegue sua vítimas de forma implacável, e a única forma de escapar dele, é subindo em uma palmeira, que era considerada uma árvore sagrada. Enquanto persegue sua presa, emite um uivo, "Ao, Ao, Ao", que lhe deu seu nome.
  Gerou muitos filhos, ferozes como ele. Juntos, são os senhores das montanhas e colinas.


Luison

  Senhor da morte, habita nos cemitérios, alimentando-se de cadáveres. Alto e esguio, é um híbrido de homem com cão. Vê-lo era um prelúdio para a morte. Sua lenda sofreu alterações com o tempo, no começo, se assemelhava mais a um vampiro, mas com a chegada de colonos europeus, tanto sua aparência quanto seu comportamento sofreram influencias das lendas envolvendo lobisomens


  Estes sete são tidos como deuses, e são base para muitas lendas da mitologia Tupi-Guarani. Viu só, como a mitologia brasileira pode ser muito interessante? Agora imaginem um épico de fantasia envolvendo esses seres? Seria demais!
Os Sete Lendários Os Sete Lendários Reviewed by Jyuuken Cronicaex on 15:10:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.