Divididos cairemos


Finalmente chegamos na Civil War do MCU. Como esperei por esse dia... me lembro de quando os boatos começaram a surgir, antes mesmo da Era de Ultron ter sido lançada... de lá pra cá o número de heróis aumentou, que era o principal temor a respeito desse filme. De fato, o tamanho do confronto não chega perto da Hq, mas o nerd orgulhoso deve deixar a hq separada quando for ver o filme.
 Capitão América Guerra Civil inicia a fase 3 da Marvel, e é um divisor de águas. E se você não assistiu ainda, esse texto terá SPOILER.


 

Quero começar dizendo que ouhhhhhhhuw, que filme espetacular! As cenas de luta, os diálogos, a trama, o clima tenso que vai crescendo, e as piadas, tudo muito bem dosado, muito bem feito, muito bem construído! O filme demora a chegar no confronto que todos queremos ver, pois passa boa parte construíndo as motivações, os personagens. Cada herói foi aproveitado de maneira única, a impressão que fica é que nem
mesmo um ficou jogado, cada um sendo explorado de maneira a fortalecer o filme.
 O Homem de ferro está sentindo um grande peso pelas perdas que todas as batalhas anteriores causaram. E isso o leva a se posicionar a favor do registro. Os heróis precisam ser controlados, porque todo esse tempo que agiram livremente, o número de mortes foi maior do que o aceitável. Seja como for, ele irá apoiar.

 Já o Capitão América sente sim, o peso das mortes inocentes. As que acontecem nesse filme, inclusive. Mas e se o governo controlar os Vingadores, e acabar decidindo que eles não devem ir para um lugar, e por esse motivo, vidas se perderem? Governos são formados por ideologias, e elas mudam com o tempo, os heróis devem estar acima disso.
O filme trabalha muito bem isso. Não a uma convicção absoluta de estar fazendo o que é certo, os dois possuem dúvidas,o bandeiroso quase assina o registro em um determinado momento... mas os acontecimentos do filme acabam levando as coisas ao extremo...
 O Pantera tá incrível. Sua introdução não deixou dúvidas de o personagem é grandioso. Ele bate de frente com qualquer um que entrar em seu caminho, e suas sequências de luta são fenomenais. Tanto quanto as do
Homem Aranha. Introduzido ali rapidinho, o teioso rouba a cena, o uniforme ficou lindo de se ver, e as piadinhas feitas por ele são demais. Dois heróis novos, que vão ter filmes solos, pelos quais mal posso esperar.
 E o Homem Formiga também está demais! Toda a cena de combate no aeroporto meio que gira em torno dele quando o pequeno se torna um gigante. E que sequência de luta! Me atrevo a dizer que é a melhor cena envolvendo heróis que já vi!



 O embate final, quando todo o descontrole da situação chega no ponto máximo, Tony deixa de lado tudo, e passa a buscar vingança, por seus pais mortos pelo Soldado Invernal. Essa luta me deixou tenso... suas referências a hq foram lindas, sendo encerrada deixando marcas, mágoas em ambos.
 Eu, como bom marveco que sou, adorei o filme. Pra mim, acho que o filme é 10. Mas sou suspeito, e estou na empolgação, não vou dar nota... o filme é grandioso, épico, parece mesclar estilos de filmes diferentes, cheio de elementos de filmes de ação, com os vilões terroristas do mal causando explosões e tentando soltar um vírus, tem heróis caindo na porrada, mas também tem muito desenvolvimento de personagem.
 Só digo uma coisa... quero ver de novo!
←  Anterior Proxima  → Inicio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Total de visualizações

Link-me

CronicaEx
Connection -

Parceiros

Popular Posts